Fuzzy Sweater + Os Meus Livros Favoritos de 2019

The first post of the year struck me as the perfect opportunity to introduce a theme I rarely mention here: books. I love reading, and in 2019 I reinforced my reading habits and made amazing discoveries. Reading is a passion, and the more I read, the more I want to read. The books I show today were my favorites from last year (which does not mean they are all new). I'm not sure how many I've read (I just started updating my goodreads a little while ago, so it's not very reliable!), but I feel like I behaved beautifully.
Wearing Wayz on my feet.
A primeira publicação do ano pareceu-me a oportunidade perfeita para introduzir um tema que raramente menciono por aqui: livros. Gosto imenso de ler, e em 2019 reforcei os meus hábitos de leitura e fiz descobertas incríveis. Ler é uma paixão, e quanto mais leio, mais quero ler. Os livros que mostro hoje foram os meus favoritos do ano que passou (o que não significa que sejam todos novidades). Não sei ao certo quantos li (só comecei a atualizar o meu goodreads há pouco tempo, por isso não está muito confiável!), mas sinto que me portei lindamente.

"Mulherzinhas" de Louisa May Alcott, "Heartstopper" by Alice Oseman, "Diz-lhe que Não" de Helena Magalhães, "As Serviçais" de Kathryn Stockett, "O Tatuador de Auschwitz" de Heather Morris, "O Rapaz que Seguiu o Pai para Auschwitz" de Jeremy Dronfield, "The Handmaid's Tale: The Graphic Novel" by Margaret Atwood
Mulherzinhas de Louisa May Alcott, Heartstopper by Alice Oseman, Diz-lhe que Não de Helena Magalhães, As Serviçais de Kathryn Stockett, O Tatuador de Auschwitz de Heather Morris, O Rapaz que Seguiu o Pai para Auschwitz de Jeremy Dronfield, The Handmaid's Tale: The Graphic Novel by Margaret Atwood

The first post of the year struck me as the perfect opportunity to introduce a theme I rarely mention here: books. I love reading, and in 2019 I reinforced my reading habits and made amazing discoveries. Reading is a passion, and the more I read, the more I want to read. The books I show today were my favorites from last year (which does not mean they are all new). I'm not sure how many I've read (I just started updating my goodreads a little while ago, so it's not very reliable!), but I feel like I behaved beautifully.

The first post of the year struck me as the perfect opportunity to introduce a theme I rarely mention here: books. I love reading, and in 2019 I reinforced my reading habits and made amazing discoveries. Reading is a passion, and the more I read, the more I want to read. The books I show today were my favorites from last year (which does not mean they are all new). I'm not sure how many I've read (I just started updating my goodreads a little while ago, so it's not very reliable!), but I feel like I behaved beautifully.
Foi em 2019 que redescobri o meu gosto pelas graphic novels (romance gráfico é um tipo de banda desenhada em formato de livro). Digo “redescobri”, porque sempre adorei banda desenhada, mas este conceito só foi inserido nas minhas leituras este ano.

Foi em 2019 que redescobri o meu gosto pelas graphic novels (romance gráfico é um tipo de banda desenhada em formato de livro). Digo redescobri, porque sempre adorei banda desenhada, mas este conceito só foi inserido nas minhas leituras este ano. Comecei pela saga adorável de Alice Oseman  Heartstopper, a história de dois rapazes que se apaixonam no high school. É uma história simples, mas que vicia. Não só pelas ilustrações adoráveis, mas também porque queremos que a história desenrole. A desvantagem das graphic novels (para mim), é que acabam rápido de mais! Leem-se em poucas horas. 

A versão do livro The Handmaid's Tale em romance gráfico está qualquer coisa de incrível. Adorei a adaptação artística de Renée Nault, e penso que qualquer fã do livro precisa de ler esta graphic novel. E ainda sobre o assunto, o novo livro da Margaret Atwood, The Testaments foi nomeado como um dos melhores livros de 2019, e já o tenho aqui à minha espera! Já alguém leu?

It was in 2019 that I rediscovered my taste for graphic novels. I say “rediscovered” because I always loved comic books, but this different concept was only inserted in my readings this year. I started with Alice Oseman's lovely saga “Heartstopper”, the story of two boys who fall in love in high school. It's a simple yet addictive story. Not only for the lovely illustrations, but also because we want the story to unfold. The downside of graphic novels (for me) is that they end way too fast! I read them in a few hours.

It was in 2019 that I rediscovered my taste for graphic novels. I say rediscovered because I always loved comic books, but this different concept was only inserted in my readings this year. I started with Alice Oseman's lovely saga Heartstopper, the story of two boys who fall in love in high school. It's a simple yet addictive story. Not only for the lovely illustrations, but also because we want the story to unfold. The downside of graphic novels (for me) is that they end way too fast! I read them in a few hours.

The version of the book The Handmaid's Tale in graphic novel is something amazing. I loved Renée Nault's artistic adaptation, and I think any fan of the book needs to read this graphic novel. And on the subject, Margaret Atwood's new book, The Testaments has been nominated one of the best books of 2019, and I have it here waiting for me! Has anyone read it yet?

Foi também em 2019 que conheci a Helena Magalhães e apaixonei-me pela sua escrita. É muito bom conhecer escritores portugueses, e ler os seus dois livros (“Diz-lhe que não” e “Raparigas como nós”) motivou-me a conhecer mais autores portugueses.
Mid Wash Distressed Ripped Mom Jeans / Femme Luxe* (more jeans options here)
Foi também em 2019 que conheci a Helena Magalhães e apaixonei-me pela sua escrita. É muito bom conhecer escritores portugueses, e ler os seus dois livros (Diz-lhe que não e Raparigas como nós) motivou-me a conhecer mais autores portugueses.

Escolhi incluir apenas o Diz-lhe que não no meu top de favoritos, porque foi sem dúvida o que mais gostei de ler (ainda que o Raparigas como nós mereça igual atenção). Cada capítulo conta uma história diferente, e dei por mim a rir às gargalhadas com determinados capítulos! Os livros da Helena são assim, uma rollercoaster de emoções. Deixem-me as vossas sugestões de autores portugueses a conhecer. 💓

O outro livrinho que estou a segurar na foto  As Serviçais, é uma leitura incrível do início ao fim. É sobre direitos civis nos EUA, em 1960. Na verdade, vi o filme uma série de vezes, e finalmente comprei o livro. Foi devorado! Recomendo vivamente.  

Foi também graças à influência da Helena que decidi pegar em clássicos como “Mulherzinhas”. Devorei-o em pouco tempo, e tenho pena de não o ter lido mais cedo! Terminei a sua leitura recentemente, e na altura em que comecei nem sabia que ia sair o novo filme baseado no livro, com a Emma Watson. I'm excited!

Graças à influência da Helena, decidi pegar em clássicos como Mulherzinhas. Devorei-o em pouco tempo, e tenho pena de não o ter lido mais cedo! Terminei a sua leitura recentemente, e na altura em que comecei nem sabia que ia sair o novo filme baseado no livro, com a Emma Watson. I'm excited! // It was also thanks to Helena's influence that I decided to take on classics like Little Women. I devoured it shortly, and I'm sorry I didn't read it earlier! I finished it recently, and by the time I started I didn't even know the new book-based movie with Emma Watson was coming out. I'm excited! The book I'm holding in the photo above  The Help, is an amazing read from start to finish. It's about civil rights in the US in 1960. In fact, I've seen the movie a number of times, and finally bought the book. It was devoured! I highly recommend it.

Ler sobre a Segunda Guerra Mundial (e outros assuntos do mundo real) será sempre um dos meus temas favoritos. Por mais livros que leia relacionados com o holocausto, estou constantemente a aprender coisas que desconhecia. São livros fortes e difíceis de imaginar como uma realidade, sem o deixarem de ser. Li algumas novidades de testemunhos de sobreviventes de Auschwitz, mas foram dois os que mais me marcaram: O Rapaz que Seguiu o Pai para Auschwitz e o Tatuador de Auschwitz.

Ler sobre a Segunda Guerra Mundial (e outros assuntos do mundo real) será sempre um dos meus temas favoritos. Por mais livros que leia relacionados com o holocausto, estou constantemente a aprender coisas que desconhecia. São livros fortes e difíceis de imaginar como uma realidade, sem o deixarem de ser. Li algumas novidades de testemunhos de sobreviventes de Auschwitz, mas foram dois os que mais me marcaram: O Rapaz que Seguiu o Pai para Auschwitz e o Tatuador de Auschwitz. O primeiro é especialmente detalhado e forte  a história de um pai e de um filho que viveram anos a fim em campos de concentração. E o segundo a história de um casal que vive o início do seu romance em Auschwitz.

Turtleneck Color Block Chenille Knit Sweater / Dresslily*    Reading about World War II (and other real world subjects) will always be one of my favorite topics. No matter how many Holocaust-related books I read, I am constantly learning things I didn't know about. These books are strong and hard to imagine as a reality, without ceasing to be.
Turtleneck Color Block Chenille Knit Sweater / Dresslily* (Use code GBJKNO for 22% off)

Reading about World War II (and other real world subjects) will always be one of my favorite topics. No matter how many Holocaust-related books I read, I am constantly learning things I didn't know about. These books are strong and hard to imagine as a reality, without ceasing to be. I read some new books from Auschwitz survivors' testimonies, but it was these two that struck me most: The Boy Who Followed his Father into Auschwitz and The Auschwitz Tattooist. The first is especially detailed and strong  the story of a father and son who lived in concentration camps  for years. And the second is the story of a couple who live the beginning of their romance in Auschwitz.

Quanto ao conjunto, são peças bem confortáveis, perfeitas para estar confortável a ler! 📖 A camisola fofinha é da Dresslily, e as mom jeans da Femme Luxe. // As for the outfit I'm wearing, these are very comfortable pieces, perfect to be comfy while reading! The fuzzy sweater is from Dresslily, and these mom jeans from Femme Luxe.
*marked items were sent to me by the brand.


Quanto ao conjunto, são peças bem confortáveis, perfeitas para estar confortável a ler! 📖 A camisola fofinha é da Dresslily, e as mom jeans da Femme Luxe. // As for the outfit I'm wearing, these are very comfortable pieces, perfect to be comfy while reading! The fuzzy sweater is from Dresslily, and these mom jeans from Femme Luxe. Use code GBJKNO on Dresslily for 22% off.

Ler Mais Por Menos 01/20 - Large Billboard
Quais foram as vossas leituras favoritas do ano de 2019? Deixem as vossas recomendações.
Share this post and leave a comment!

xoxo
find me here:

What's your opinion?

  1. O tatuador é ótimo! uma leitura incrivel!

    ___________

    - Conhece meu cantinho? Te encontro lá, hein?

    Blog Meu Baú de Estrelas
    Meu Canal no Youtube
    Instagram

    ResponderEliminar
  2. Tenho o livro do tatuador... mas ainda não acabei de ler :s

    http://blogda-joana.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Eu já li o Tatuador e adorei! :D
    beijinhos

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  4. As fotos ficaram espectaculares, li há muitos anos "As mulherzinhas" e gostei imenso!
    Beijinhos,

    Anita On

    ResponderEliminar
  5. O sweater é muito giro!
    Também adoro ler e atualmente estou a ler o tatuador de Auschwitz e a adorar.

    Um beijinho,

    Maquilhagem e Afins

    ResponderEliminar